Fonoaudióloga alerta para cuidados com a voz

 

CreateThumbnailNesta segunda-feira (17), o Hospital Ophir Loyola promoveu uma ação alusiva ao Dia Mundial da Voz, instituído em 16 de abril pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa). A data ganhou expressão internacional em 2003 com a realização de eventos alusivos ao tema nos Estados Unidos, Europa e Ásia. A programação, que trouxe o slogan “Seja amigo da sua voz”, alertou sobre a importância dos cuidados com a saúde vocal e dos sinais e sintomas que favorecem o diagnóstico precoce de doenças como disfonias funcionais ou até mesmo o câncer de laringe.

Segundo a SBFa, no Brasil mais de 10 milhões de indivíduos apresentam algum tipo de problema vocal. “As pessoas não têm o hábito de cuidar da voz e muitos problemas acabam não recebendo o devido cuidado. O ideal é que ao notar qualquer modificação, como rouquidão persistente por mais de 15 dias, por exemplo, o paciente procure um otorrinolaringologista”, informou a coordenadora da Divisão de Fonoaudiologia, Brena Habib.

Somente um especialista pode identificar a causa da dificuldade na produção da fala e determinar a terapia para cada caso. Mediante o resultado dos exames, o paciente pode ser encaminhado ao fonoaudiólogo, que iniciará exercícios conforme a patologia apresentada e determinará o tempo de tratamento de acordo com a situação.

Brena Habib recomenda cuidado redobrado aos profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho – a exemplo de professores, cantores, palestrantes, pastores e jornalistas –  para não sofrerem com danos vocais mais sérios. “O tabagismo e o álcool em excesso devem ser evitados, assim como o desgaste da voz em ambientes barulhentos, a exposição a inversões de temperatura e o consumo de bebidas gasosas, como o refrigerante. É imprescindível manter uma boa hidratação e respiração, assim como boas noites de sono”, recomendou.

Dentre as alterações vocais mais comuns está a disfonia (rouquidão), que pode ser ocasionada por diversos fatores, como esforço vocal, modificações benignas das pregas vocais, infecção respiratória ou até a presença de tumor. “Em caso de qualquer alteração como cansaço, falhas ou enfraquecimento da voz, um otorrinolaringologista ou um fonoaudiólogo deve ser consultado”, ressaltou Brena Habib.

Dicas para cuidar da voz:

  • Fale sem esforço e articule bem as palavras
  • Mantenha uma boa postura corporal ao falar ou cantar
  • Beba 2 litros de água diariamente
  • Durma bem
  • Tenha uma alimentação saudável rica em frutas e proteínas
  • Use vestuário confortável
  • Procure reduzir a quantidade de fala durante quadros gripais, crises alérgicas e período pré-menstrual
  • Evite falar por longos períodos, principalmente em ambientes ruidosos
  • Evite pigarrear, gritar e dar gargalhadas exageradas
  • Evite ingerir leite e derivados, bebidas gasosas, chocolate antes de utilizar a voz continuamente
  • Evite ingerir álcool em excesso, bem como outras drogas
  • Cuidado ao cantar inadequadamente ou abusivamente

Por Leila Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>