UMA HISTÓRIA DE AMOR PELA SOCIEDADE PARAENSE

A história do Hospital Ophir Loyola incia pela criação do Instituto de Proteção e Assistência à Infância do Pará, inaugurado em 06 de outubro de 1912, na R. Lauro Sodré, atual Travessa Ó de Almeida. Mais tarde mudou-se para a Avenida. Nazaré, esquina da Travessa Joaquim Nabuco, com a finalidade de prestar assistência médica à infância desvalida, e posteriormente dedicado ao tratamento de pacientes portadores de câncer. Teve como fundadores os médicos Ophir Pinto de Loyola e Raimundo Nogueira de Farias, além do professor Raimundo Proença. Em 1930, foi transferido para a Av. Independência, hoje Av. Magalhães Barata, onde continua até hoje.

Em 1934, passou a ser “Instituto Ophir Loyola – IOL”, em homenagem ao seu fundador Ophir Pinto de Loyola (1886-1934). Em outubro de 1962, foi assinado um convênio, com durabilidade de 30 anos, entre o Instituto Ofir Loyola (IOL) e o Hospital dos Servidores do Estado (HSE, uma instituição criada pelo Decreto nº. 2114 de 29/12/1960). Nesse convênio, incorporou-se troca de serviços, incluindo a instalação de HSE, na área física IOL. Quando o convênio terminou, o Instituto Ophir Loyola, por determinação governamental, foi desapropriado em 1992. Após a desapropriação,  foi criada a autarquia Hospital Ophir Loyola, em 2006.

Missão

Prestar assistência a saúde oferecendo excelência de qualidade em oncologia, doenças crônicas degenerativas e transplantes na prestação de serviços de média e alta complexidade, ensino, pesquisa e extensão de forma humanizada e articulada com as políticas públicas em parceria com a sociedade civil.

Visão estratégica

Ser reconhecido pela sociedade como hospital de referência em oncologia, doenças crônicas degenerativas e transplantes que oferece assistência de excelência em média e alta complexidade, ensino, pesquisa e extensão.

Portal da Transparência
Gestão por Resultados