Hospital Ophir Loyola

A história do Hospital Ophir Loyola iniciou  no dia 06 de outubro de 1912 com a criação do Instituto de Proteção e Assistência à Infância do Pará. Inicialmente,  a finalidade era prestar assistência médica à infância desvalida e, posteriormente, começou a dedicar-se também ao tratamento oncológico.

Em 1934, passou a chamar-se “Instituto Ophir Loyola – IOL”, em homenagem ao Doutor Ophir Pinto de Loyola, médico fundador juntamente com o Doutor Raimundo Nogueira de Farias e o Professor Raimundo Proença. Mais tarde, em 2006, foi criada a autarquia Hospital Ophir Loyola, com objetivo de oferecer atendimento médico humanizado através de excelência em tratamento do câncer, doenças crônico-degenerativas, fissuras labiopalatais, transplantes de órgãos, entre outros serviços. Além disso, o HOL executa um trabalho de ensino, pesquisa e extensão como forma de qualificar profissionais e estabelecer apoio e incentivo à pesquisa e produção científica no hospital.

Atualmente, além da oncologia, o hospital ainda atende outras 17 especialidades médicas, entre elas: neurocirurgia, transplantes de córnea e rins. Em 2013 foram 1.052.546 atendimentos, entre consultas ambulatoriais, cirurgias, aplicações de radioterapia, sessões de quimioterapia, exames de anatomo-patologia e consultas de urgência e emergência.

 

Missão do HOL

Prestar assistência à saúde oferecendo excelência de qualidade em oncologia, doenças crônico-degenerativas e transplantes na prestação de serviços de média e alta complexidade, ensino, pesquisa e extensão de forma humanizada e articulada com as políticas públicas e em parceria com a sociedade civil.

Visão Estratégica

Ser reconhecido pela sociedade como hospital de ensino e referência em oncologia, doenças crônicas degenerativas e transplantes que oferece assistência de excelência em média e alta complexidade, ensino, pesquisa e extensão.