Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos. A ciência que estuda o câncer se denomina Oncologia e é o oncologista o profissional que trata a doença.Embora existam muitos tipos de câncer, todos começam devido ao crescimento anormal  e fora de controle das células. Estas dividem-se rapidamente, e, geralmente, são muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores malignos, que podem espalhar-se para outras regiões do corpo.

Os sintomas mais comuns são  as alterações intestinais e urinárias, ferimentos que não cicatrizam, aparecimento ou alterações em verrugas, manchas ou sinais na pele, surgimento de caroços, má digestão contínua ou dificuldade de engolir, sangramento ou secreções e tosse ou rouquidão por muitos dias. As causas mais recorrentes para o surgimento do câncer são: exposição às radiações e aos produtos químicos, consumo de cigarro e álcool; dieta inadequada, falta de exercícios físicos;,exposição ocupacional;,sistema imunológico comprometido, predisposição genética e hormônios.

Diferentes tipos de câncer podem se comportar de formas distintas. Por exemplo, o câncer de pulmão e o câncer de pele são doenças muito diferentes, que se desenvolvem de formas diferentes e respondem a distintos  tipos de tratamentos. Por essa razão os pacientes com câncer precisam receber o tratamento adequado para cada situação.

O câncer pode ser tratado de várias maneiras. As mais conhecidas e utilizadas são a cirurgia, a quimioterapia e a radioterapia. Dependendo de cada caso, podem ser usados tratamentos associados, como por exemplo: cirurgia + quimioterapia, cirurgia + radioterapia, quimioterapia + radioterapia, cirurgia + radioterapia + quimioterapia. Além disso, os tipos de tratamento podem ser classificados quanto a sua finalidade em: curativos e paliativos.

O tratamento curativo tem finalidade e possibilidade de cura, entretanto o paciente só pode ser considerado curado de um câncer se, depois de um longo período de acompanhamento médico, não apresentar nenhum tipo de manifestação da doença. Já o tratamento paliativo é aquele que não tem finalidade ou possibilidade de cura, ou seja, seu objetivo é aumentar a sobrevida e melhorar a qualidade de vida do paciente.

É importante destacar que o câncer é a doença crônica mais curável atualmente. Quanto antes o câncer for diagnosticado, maior a possibilidade de cura. Além disso, o método mais eficaz de controle do câncer é a prevenção e o enfrentamento dos fatores de risco. Assim, manter bons hábitos é a melhor maneira de evitar o aparecimento de doenças, inclusive o câncer.

O Hospital Ophir Loyola é referência no combate ao câncer no Norte do país, atendendo pacientes oriundos de diversos municípios do Pará e região. O paciente com câncer recebe tratamento multiprofissional, bem como apoio aos familiares e acompanhamento médico após a internação. Além disso, o HOL desenvolve programas de prevenção do câncer, envolvendo os funcionários, familiares e acompanhantes de pacientes. São medidas que estão constantemente buscando aperfeiçoar os serviços médicos com compromisso social e humanização.